Você tem coragem de ser imperfeito?

Recentemente, cheguei à conclusão de que aprendi a estudar depois que saí da faculdade. Sem a sobrecarga de textos obrigatórios, comecei a explorar temas de meu interesse e, sem a necessidade de decorar coisas para passar em uma prova, aprendi a fazer anotações e prestar atenção naquilo que me importava. Aos poucos, fui descobrindo meu estilo de leitura e me aprofundando cada vez mais em meus interesses.

Em meio a todo o conteúdo disponibilizado gratuitamente na quarentena, fiz algumas aulas sobre Inteligência Emocional e, assim, voltei a me conectar com o tema. Durante as leituras, descobri a professora e pesquisadora Brené Brown, uma americana que dedica sua carreira a estudar o comportamento humano.

Entusiasmada, comprei sua coleção de livros e comecei a leitura. Quando percebi, já estava emendando um no outro. Brené relata trechos das entrevistas que realizou com diversas pessoas para entender o tema da vulnerabilidade. Sua teoria fala sobre a necessidade de ficarmos expostos e vulneráveis se desejamos uma vida mais plena.

É preciso se assumir vulnerável para realizar uma mudança. Seus estudos abrangem os sentimentos que aparecem nesse árduo caminho, como a vergonha e a tentativa desesperada — e falha — de sermos perfeitos.

O timing da leitura foi perfeito para o momento que vivo hoje. Brené me deixou de frente com um espelho, foi dolorido. Mas tais sentimentos são universais e, empatia e conexão são a chave para uma vida resiliente à vergonha. Por isso, fui atrás de minha rede de apoio e decidi dividir o tema com mais pessoas, afinal, precisamos falar sobre a vergonha se quisermos lidar com ela.

Em suas palavras:

“Optar por amar e viver de todo coração é um desafio. Você vai confundir, irritar e aterrorizar muita gente, inclusive a si mesmo. Em um minuto vai rezar para que a transformação pare e, no minuto seguinte, vai rezar para que nunca termine. Você também vai se perguntar como é possível sentir tanta coragem e tanto medo ao mesmo tempo”.

Recomendo a leitura — e a aventura!

Sua pesquisa foi transformada em cinco livros (por enquanto, eu espero):

  • A arte da imperfeição (2010);
  • A coragem de ser imperfeito (2012);
  • Mais forte do que nunca (2015);
  • Eu achava que isso só acontecia comigo (2019);
  • A Coragem para liderar (2019);
  • Seu TED “O Poder da Vulnerabilidade” está entre os cinco mais assistidos no mundo — com mais de 35 milhões de visualizações;
  • Também é possível encontrá-la na Netflix com o talk “A Call to Courage” (um chamado à coragem, em tradução livre).

Psicóloga, Redatora e Escritora 🖋 Uma leitora que não sai de casa sem ter pelo menos um livro como companhia 📚

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store